Página inicial > Sertanejo > N > Nenete & Dorinho > Mil e Quinhentas Cabeças

Mil e Quinhentas Cabeças

Nenete & Dorinho


Com mil e quinhentas cabeças
Saí de Trindade pra Minas Gerais
Eu e mais dez boiadeiros
Cortando as estradas do chão de Goiás

Passamos por Sussuapara
Em Piracanjuba nós fomos pousar
E de manhã bem cedinho
Fizemos a contagem pra continuar

Com a bandeira na frente
Lá ia o Clemente fazendo sinal
Juca Moreno e Zé Dante
Tocava o berrante pro gado escutar

Em Barrinho e Goiatuba
Fecharam o comércio foi pra nós passar
Com mil e quinhentas cabeças
Eu ia rasgando sem me atrapalhar

De Buriti a Itumbiara
O gado já estava querendo arribar
Eu gritei pra peãozada
Na primeira aguada vamos descansar

Ali fizemos a pousada
Pra minha boiada poder se animar
E noutro dia rompemos
Em Tupaciguara nós fomos parar

Paguei barreira do gado
Fui pra outro estado deixando Goiás
Com mil e quinhentas cabeças
Cortando as estradas de Minas Gerais

Chegando em Turibaté
Pro Chico Zezé e seu capataz
O gado nós entregamos
E depois voltamos pro chão de Goiás

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)

Compositor: Anacleto Rosas Jr

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Nenete & Dorinho no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS