Encruzilhada

Nenete & Dorinho


Foi naquela encruzilhada
A primeira vez que a vi
O teu rosto tão mimoso
Ao cantar tão chororoso
O malvado bem-te-vi

Nessa hora que encontramos
Foi então que nós juramos
E nós irmos se casar
Arranjando uma casinha
Pra nós dois junto morar

O destino é caprichoso
Logo veio separar
E nós que tanto se amava
Indo bem longe morar

Hoje eu passo a encruzilhada
Me lembrando só de ti
E o malvado passarinho
Ainda grita bem-te-vi

Eu não queria morrer
Sem mais uma vez te ver
Mas que fosse a encruzilhada
Testemunha ainda lembrada
Deste nosso padecer

Hoje eu choro a desventura
Que o destino veio dar
Separando os corações
Como a viola das canções
E as estrelas do luar

O destino é caprichoso
Logo veio separar
E nós que tanto se amava
Indo bem longe morar

Hoje eu passo a encruzilhada
Me lembrando só de ti
E o malvado passarinho
Ainda grita bem-te-vi

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)

Compositor: Angelino De Oliveira

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Nenete & Dorinho no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS