Página inicial > Sertanejo > N > Nenete & Dorinho > Caminho da Amargura

Caminho da Amargura

Nenete & Dorinho


Ainda me lembro quantas vezes implorei
Por teu amor tantas vezes eu chorei
Apaixonado beijei teus lábios de mel
E a recompensa foi um cálice de fel

Agora andas pela rua da amargura
Vendendo beijos a quem vem te procurar
Hoje eu lamento o destino da tua vida
Horas perdidas que jamais hĂŁo de voltar

Eu sei que um dia o arrependimento vem
Serás chamada mulher de ninguém
Sei que o remorso vai entĂŁo te condenar
Mas será tarde para a falta reparar

Em todo caso a minha lealdade
Eu te ofereço de todo o coração
Se te faltar um dia um teto pra morar
Estou Ă s ordens podes vir me procurar


Eu sei que um dia o arrependimento vem
Serás chamada mulher de ninguém
Sei que o remorso vai entĂŁo te condenar
Mas será tarde para a falta reparar

Em todo caso a minha lealdade
Eu te ofereço de todo o coração
Se te faltar um dia um teto pra morar
Estou Ă s ordens podes vir me procurar

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)

Compositor: Nenete/orlando Guilherme

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂşsica

Ouça estações relacionadas a Nenete & Dorinho no Vagalume.FM

MIX DE MĂšSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS