Antonio e Maria

Nenete & Dorinho


No mês festivo de junho
Que essa história se deu
Num dia de São João
Antonio trazia no peito
Um amor puro e perfeito
Por Maria da Conceição

Também trazia contigo
O ciúmes que era um castigo
Ferindo sua paixão
Só em pensar que Maria
Com seu rival dançaria
Magoava seu coração

Maria, eu lhe suplico
Não vá no baile sem eu
Lhe peço até por favor
Maria disse sorrindo
Adeus que já vou partindo
Que me proteja o Senhor

Antonio ficou magoado
Sentiu seu peito fechado
De ciúmes do seu amor
Tal qual um touro bravio
Nos passos dela seguiu
Levando ódio e rancor

Antonio chegou na festa
Primeira coisa que viu
Maria alegre a dançar
Com seu rival que odiava
Sorrindo ela dançava
Sem na tragédia pensar

Sentindo o orgulho ferido
E vendo seu amor traído
Sua arma fez disparar
Hoje uma cruz no terreiro
Traz gravado um letreiro
Matei e morri por amar

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)

Compositor: F. Valdez Leal - versão: Nenete

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Nenete & Dorinho no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS