Adeus Pirapora

Nenete & Dorinho


Comprei um par de bota e uma calça bombacho
Chapéu de aba larga e um barbicacho
Um quarenta e quatro e uma charqueadeira
Um lenço de seda e uma cartucheira

Um cavalo baio que eu paguei na hora
Blusa de riscado e um par de espora
Um rebente novo de trança por fora
Um laço dos grandes feito em Pirapora

Comprei uma viola pra chorar as mágoas
Uma boa capa tipo prova d'água
Coxinilho branco, peitoral de argola
Sou um cabra folgado, nada me amola

Pra minha boiada não falta dinheiro
Porque nos negócios sou muito certeiro
Sempre fui esperto nas minhas tramada
Por isso eu levo uma vida folgada

Meu cavalo baio não respeita nada
Vou pela estrada afora não enjeita parada
Também sou disposto, enfrento perigo
Alegre e contente o destino eu sigo

Já preparei tudo, fiz a despedida
Adeus moreninha, eu tô de partida
Adeus meus amigos, gente hospitaleira
Quero estar rompendo pra outras fronteiras

Vou levar saudade no meu coração
Dessa caboclada, desse meu sertão
Adeus terra amada, adeus Pirapora
Nesta hora amarga os meus olhos chora

Se a linda morena por mim perguntar
Diga para ela que eu não vou voltar
Vou correr o mundo, vou negociar
Caboclo folgado não pensa em casar

(Pedro Paulo Mariano - Santa Maria da Serra-SP)

Compositor: Goiá e Aristides de La Posta

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Nenete & Dorinho no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS