Página inicial > Funk Carioca > N > Nego do Borel > Laranjinha e Acerola

Laranjinha e Acerola

Nego do Borel


Fechamento desde menor
Mas amizade nunca teve queda
Quando eu levava a mulher lá pra
Casa eu falava: -pelé, olha da janela
Se a mulher fosse piranha, eu falava
Pelé, escolta aí, deixa eu entrar
Primeiro e depois tu pode invadir
Por causa da nossa amizade já terminei
Com várias mulher, porque todo o final
De semana era eu e o pelé pra dar um
Rolé, amigos eu tive poucos, mas os
Poucos são relíquia, porque quem é
De verdade, sabe quem é de mentira
Quem já teve um amigo assim, vai cantar
Porque essa é foda, tipo laranjinha e o
Acerola

É o laranjinha e o acerola, desde
Menorzão, nós só com* mulher gostosa

(coé acerola, vamo curtir um baile cumpadi
Tu com essa cara bonita, puta cara bonita
Nem vou mano, nem vou dançar mano
Não, nem vou)

Fechamento desde menor
Mas amizade nunca teve queda
Quando eu levava a mulher lá pra
Casa eu falava: -pelé, olha da janela
Se a mulher fosse piranha, eu falava
Pelé, escolta aí, deixa eu entrar
Primeiro e depois tu pode invadir
Por causa da nossa amizade já terminei
Com várias mulher, porque todo o final
De semana era eu e o pelé pra dar um
Rolé, amigos eu tive poucos, mas os
Poucos são relíquia, porque quem é
De verdade, sabe quem é de mentira
Quem já teve um amigo assim, vai cantar
Porque essa é foda, tipo laranjinha e o
Acerola

É o laranjinha e o acerola, desde
Menorzão, nós só com* mulher gostosa

(coé acerola, vamo curtir um baile cumpadi
Tu com essa cara bonita, puta cara bonita
Nem vou mano, nem vou dançar mano
Não, nem vou)

Letra enviada por Gabe Lima 97

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Nego do Borel no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS