Página inicial > Funk Carioca > N > Nego do Borel > Diamante da Lama

Diamante da Lama

Nego do Borel

É Ele Mesmo


Nascido, nascido no berço, detido
Eu soltei o meu grito, um grite de humilde, bacana
Sou mais um diamante retirado do meio da lama
Agradeço a Deus por ser escolhido no meio de um montão
Agradeço vovó, agradeço você, Sebastião
Brilha em mim, sol
Vai, desce o champanhe

Tentei no futebol, e quem me levava era a minha mãe
Num campinho cheio de buraco
Sem chuteira, vestindo um sapato
Era brabo, era brabo, era brabo

Um menininho muito pobrinho que só sabia pensar em bumbum
A menina muito riquinha que não olhava de jeito nenhum
Hoje, um dia o menino cresceu, e a menininha joga o bumbum
Joga o bumbum, joga o bumbum

"Graças a Deus o Leno Maicon Viana Gomes cresceu. "
Olha só como o bonde tá, olha só, eu tô bem de vida
Olha só a Mercedez benz, olha só, olha a Captiva
Olha só, eu tô rindo a toa, olha só, só tem mulher boa
Olha só a minha coroa

Olha só como o bonde tá, olha só, eu tô bem de vida
Olha só a Mercedez benz, olha só, olha a Captiva
Olha só, eu tô rindo a toa, olha só, só tem mulher boa
Olha só, a minha coroa, olha só, é só cabelo que voa
Olha só, olha só, olha só

Letra enviada por Rodrigo Strauch

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Nego do Borel no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS