Batom Azul

NanI Medeiros

Valentia


Em cada esquina da cidade
Vou descobrindo o meu caminho
E me perdendo pelos bares
Sento num balcão qualquer

Me escondo do luar, tendo filar algum cigarro
Roubar algum assunto alheio
Talvez algum sorriso fácil
De algum batom azul
É... silêncio é uma prisão

Prefiro a luz de um neon vulgar
A bateção da mesa de bilhar
Peço outro gin, ela diz sim
Ouço um bolero, ela me chama

Mas vem o dia me acostumar
Me devolver nas mãos do meu azar
Posso dizer que sou mais um sofredor
Que faz da noite o seu maior amor

Letra enviada por Loop Discos

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a NanI Medeiros no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS