Página inicial > Romântico > N > nana > Indenpêndia Ou Morte

Indenpêndia Ou Morte

nana

CMG-NGM-PDE


Se, ao cochilar, tendo a revisitar
Alamedas da antigo azul
Banca, bilhar
Móveis a sustentar
Pantanais de salitre
E tuiuiús
E ao despertar desse idílico lar
Desconheço meu cobertor
Livros sem ler
Prazer de acumular
Desapego pra bicho ou flor

Como é difícil ser feliz
Com tanta coisa que eu não quis
Bem devagar
Me permito aceitar tomar conta do meu nariz

Sonho embarcar
Hipotéticos ônibus que nunca vão atrasar
Só pra saltar entre as bananeiras
Palmeiras
E samambaias
Bem devagar

Como incomoda a cicatriz
De tanta coisa que eu não fiz
Dizem que amar é poder libertar
Que se vá então o país

Letra enviada por Everson¨

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a nana no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS