Página inicial > MPB > N > Nana Caymmi > Boca A Boca

Boca A Boca

Nana Caymmi

Renascer


É na carne é no osso
A dor vai penetrando
Quem sentirá tanto como eu,minha agonia?
Delírio de velha
Visão ou lembrança
Ah,como eu fui jovem
E amei demais a vida.

Estou sozinho na cama fria
Meu corpo arde na lenta espera
Estou sozinho diante da morte.
É omedo,é o frio
Nas juntas,nos nervos
Quem me dará força
Para ver o fim de tudo.

Eu tenho fé no mundo e nos homens
Eu tenho fé nesta louca aventura
Eu quero sim esse ar que me falta
Eu quero sim respirar boca a boca,amar.

E é boca a boca
Que a nova se espalha
Quem conheceu sabe
Era uma santa mulher
Ah,sirva sua dor de exemplo e sol
Ah,sirva como luz na noite escura.

É na carne,é no osso
A dor vai penetrando
Quem sentirá com você,sua agonia?

Delírio de velha
Visão ou lembrança
Ah,como eu fui jovem
E amei demais a vida
Está sozinha diante da morte.

É o medo,é o frio,
Nas juntas,nos nervos
Quem lhedará força
Para ver o fim de tudo.

Acreditou no mundo e nos homens
Eu tive fé nesta louca aventura
Ele quis sim esse ar rarefeito
Ela quis sim respirar boca a boca,amar.

E é boca a boca
Que a nova se espalha
Quem conheceu sabe
Era uma santa mulher
Ah,sirva sua dor,de exemplo e sol
ah,sirva como luz na noite escura.

Compositor: Milton Nascimento/fernando Brant

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Nana Caymmi no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS