• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Não sou o movimento negro
    Sou o preto em movimento
    Todos os lamentos (Me fazem refletir)
    Sobre a nossa historia
    Marcada com glorias
    Sentimento que eu levo no peito
    É de vitória
    Seduzido pela paixão combativa
    Busquei alternativa (E não posso mais fugir)
    Da militância sou refém
    Quem conhece vem
    Sabe que não tem vitória sem suor
    Se liga só, tem que ser duas vezes melhor
    Ou vai ficar acuado sem voz
    Sabe que o martelo tem mais peso pra nós
    Que a gente todo dia anda na mira do algoz
    Por amor a melanina
    Coloco em minha rima
    Versos que deram a volta por cima
    O passado ensina e contamina
    Aqueles que sonham com uma vida em liberdade
    De verdade
    Capacidade pra bater de frente
    E modificar o que foi pré-destinado pra gente
    Dignificar o que foi conquistado
    Mudar de estado, sair de baixo
    Sem esculacho é o que eu acho
    Não me encaixo nos padrões
    Que vizam meus irmãos como vilões
    Na condição de culpados
    Ovelha branca da nação
    Que renegou a pretidão (Na verdade é que você...)
    Tem o poder de mudar " RAPÁ"
    Então passe para o lado de cá, vem cá
    Outra corrente que nos une
    A covardia que nos pune
    A derrota se esconde no irmão
    Que não se assume
    Chora quando é pra sorrir
    Ri na hora de chorar
    Levanta quando é pra dormir
    Dorme na hora de acordar
    Desperta
    Sentindo a atmosfera, que libera dos porões
    E te liberta (Sarará criolo...)
    Muita força pra encarar qualquer bagulho
    Resistência sempre foi a nossa marca, meu orgulho
    É bom ouvir o barulho
    Que ensina como caminhar (Eu estou sempre na minha...)
    Não vou pela cabeça de ninguém
    Pode vir que tem
    Agbara, Ôminara, Português, Faveles ou em Ioruba, Axé
    Pra quem vai buscar um acue
    E deixa de ser um qualquer
    Já viu como é
    Preto por convicção não acha bom submissão
    Não, da re no Monza e embranquece na missão
    Tem que ser sangue bom com atitude
    Saber que a caminhada é diferente pra quem vem da negritude
    Que um dia isso mude
    Por enquanto vou rezar pro santo
    E que nós nos ajude

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de MV Bill

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.