• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Não acredito, se for preciso eu repito
    Não boto fé no pela saco que se transformou em mito
    Evito comparação, veja bem como estão
    Acreditando na imagem fabricada não pega nada
    Na minha casa meu batuque é diferente
    Não queremos um boneco pra representar a gente
    Comandado por um controle remoto não tem o meu voto
    Faz de mim um descrente, não um inocente
    Que confia na cara safada
    Que deslavada alimenta a ilusão
    Pela televisão vejo idolatria
    A um rei que tem um reino que não merecia
    Vicia no reinado, trata nós como coitado
    Propaga a putaria e não se sente culpado
    Eu não acredito, na vagabunda que mostra a bunda na revista
    Depois que fazer programa infantil
    Vive intensivamente sua vida de artista
    E vira a página fingindo que ninguém lhe viu.
    Vivemos numa placa tectônica
    Aonde os versos caem como uma bomba atônica
    Atirador de Elite, da quadrilha sinfônica
    Função social, televisiva, irônica

    [REFRÃO]
    Quem não acredita que pague pra ver
    A reprodução da besta na "TV"
    Na programação tentam te esconder
    Dizendo como você tem que ser
    Quem não acredita que pague pra ver
    A reprodução da besta na "TV"
    Na programação tentam te esconder
    Que é fácil de ver

    Eu também quero grana, tipo Tony Montana
    Mas não vendi a minha alma por causa da fama
    Que engana na malandragem praiana
    E diz que nos ama
    Quem acredita senta na banana e explana
    A ideologia individualista
    Sufoca o coletivo com um regime nazista
    Eu não acredito que a salvação virá de cima
    Se aqui embaixo o esculacho deixa tenso o clima
    Perigo na sua frente, caixote reluzente...
    Que da a sensação liberdade escravizando a mente
    Nem sente que esta sendo traído
    Por aquele que pedia pra gente ficar unido,
    Testando a sua fidelidade invade a sua privacidade
    Mostra incapacidade em quem virou celebridade
    Que perde a amizade mas não perde a pose
    Sem qualidade com oportunidade ta em close

    [REFRÃO]
    Quem não acredita que pague pra ver
    A reprodução da besta na "TV"
    Na programação tentam te esconder
    Dizendo como você tem que ser
    Quem não acredita que pague pra ver
    A reprodução da besta na "TV"
    Na programação tentam te esconder
    Que é fácil de ver

    Eu não acredito, veja como vive um povo aflito
    Promessa de um mundo mais bonito
    Enquanto a terra gira eu reflito, repito, conflito...
    Quem sabe não aprenda com a nova civilização
    Nem todo aquele que errou, vai merecer perdão
    Tem gente que perde a oportunidade e cai na maldição
    E fica preso no alçapão nadando com tubarões pra não
    Virar comida de leões
    Conflito entre nações, massacrando multidões...
    Fique na atividade você também
    Não acredite pela ganância, pelo poder não se tem limite



    (guiptn) ###IOM_164###

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de MV Bill

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.