• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Marquinho Cabeção

    Apenas um garoto,15 anos de idade, seu grande sonho, era ser jogador, de futebol, mas como sempre acontece, no Rio de Janeiro, a ilusão pela TV, veio primeiro, queria ter carro, muita mulher, acabou entrando para a vida do crime, essa é a história de Marquinho Cabeção.

    Você precisa conhecer a história de Marquinho Cabeção, 15 anos de idade revoltado então,
    barraco de madeira, no meio da favela, a mãe ajoelhada acendia uma vela, e rezava pedindo para que Oxalá, ajudasse o Marquinho a se levantar, pois o seu sonho era ser jogador de futebol, ficava descalço batendo uma bola suando debaixo do sol, mas na sua vida, não tava tudo azul, sua mãe lavava roupa para rico na zona sul, se matava passava humilhação, pra colocar em sua mesa arroz com feijão,Marquinho Cabeção, que não tava trabalhando, treinava à tarde e à noite tava estudando, de chinelo mochila rasgada ia Marquinho Cabeção, seu sonho era jogar no maracá com a camisa do mengão, mas como sempre, acontece, no Rio de Janeiro, a ilusão pela TV, veio primeiro, era tênis camisa e boné, ainda diziam se você ainda não tem é um zé mané, eram coisas que sua mãe não poderia-lhe dar, tava fazendo supletivo, paro de estudar, as vezes não tinha, dinheiro nem para ir treinar, sua esperança Marquinho começou a faltar, seu sonho de ser profissional tava ficando pra trás, a camisa do mengão, já não brilhava mais, Marquinho que era o rei da bola, agora é o Cabeção portando uma pistola, de herói, Marquinho passou pra vilão, roubava até trabalhador dentro da condução, a televisão, que gosta de enganar, deixou Marquinho pronto para atirar, pronto para atirar, pronto para matar, pronto, pronto, pronto para atirar, pronto para matar, pronto, pequenos furtos levavam ele a loucura, já não lembrava mais, daquela vida dura, tava se levantando meteu um Fiat uno, suas marcas eram cyclone tck e mizuno, ia sempre no terreiro se rezar, pedia para o preto velho não deixa o carro preto passa, já tinha deixado de ser um simples menino, se tornou um assaltante viciado assassino, se tornou o pesadelo da sociedade, na sua cabeça só tinha maldade, ele tinha uma coleção de bolas, agora tem uma coleção de pistolas,clock colt 45 bereta 765,é no campo ele gostava de chutar agora na vida do crime gosta de atirar,, pronto para atirar, pronto para matar, pronto, pronto, pronto para atirar, pronto para matar, pronto a ultima vez que ele foi no terreiro fala com caboclo, fez um trabalho, fez um despacho, botou uma guia no pescoço, era época de são Cosme e Damião, a molecada toda em cima de Marquinho Cabeção, jogava dinheiro avanço é que arrebentou, o molequinho avisava o camburão chegou, a favela ta sinistra e os home tão de arma na mão, botando todo mundo pra corre pra pega o Marquinho Cabeção, que foi pego pelas costas desprevenido, levou porrada foi fratura mas pelo menos tava vivo, a morte era o que o pessoal não tava querendo, à noite acharam ele morto com a camisa do flamengo

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de MV Bill

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.