• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    LETRA : EMIVI
    ARTISTA : M.V.BILL

    O Pesadelo da elite ta de volta, não morri
    No caminho verminoso só Deus sabe o que senti
    Falo do que eu sei
    Digo o que eu li
    Mantendo a coerência
    Não exponho o que não vi
    Quando a chapa esquentou
    Você notou que eu não corri
    Anunciaram seu veneno na tv mas não bebi
    Diferente do preto que não quer se assumir
    A esse tipo de lavagem cerebral sobrevivi
    No meio de uma guerra
    Foi onde eu nasci
    O berço da exclusão foi onde eu cresci
    Não me intimidei
    Foi preciso resistir
    Faço parte do quilombo comandado por Zumbi
    De lá pra cá ou daqui pra li
    Enquanto você chora quem controla o poder sorri
    Vou guerrear pra não deixar me destruir
    É por essas e por outras que eu sou EMIVI
    Faça um despacho pra mim
    Depois faça uma oração pra mim
    Chame um camburão pra mim
    Depois chame uma ambulância pra mim
    Mande um sorriso pra mim
    Depois você chore por mim
    Bata muita palma pra mim
    Depois mande muita vaia pra mim
    Frustrações no passado eu senti
    Investigações no presente eu sofri
    E descobri que na pista é cada um por si
    É preciso ter contesto pra não cair
    O meu orgulho meu respeito eu não achei por ai
    Pra deixar filhinho de papai me inibir
    Nem rir quando for avaliar o meu Q.I
    Vai ver que tenho veneno pra jogar e ele engolir
    Chega ai se quiser conferir
    Vai descobrir que na escada africana um degrau eu subi
    Submissão eu vi, vacilação ouvi
    Deu destaque no jornal não sei se mereci
    Minha fé não deixou diminuir
    Meu interesse de lutar e melhorar pra quem vive aqui
    Tenho uma grande missão para cumprir
    É por essas e por outras que eu sou EMIVI
    Tenha muito ódio de mim
    Depois tenha amor por mim
    Fale coisa boa de mim
    Depois fale mal de mim
    Peça liberdade pra mim
    Depois peça uma cadeia pra mim
    Mande uma africana pra mim
    Depois mande uma nazista pra mim
    Nas favelas da vida eu aprendi
    Que pra ser palhaço de ninguém eu não nasci
    Pensamentos negativos
    Com coragem defendi
    Não me submeti
    Não cedi
    Não morri
    Não me omiti
    Ensinamento da minha mãe assimilei
    Ser humilde e não humilhado nunca mas esquecerei
    Com a proteção no caminho que vou seguir
    Mensageiro da verdade sem deixar me sucumbir
    Odiado e amado pelo que eu promovi
    Mais respeito pelo o povo da favela eu exigi
    As mentiras dos livros da escola eu descobri
    É por essas e por outras que eu sou EMIVI

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de MV Bill

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.