Página inicial > Ska > M > Molécula Tônica > Efêmero Surreal

Efêmero Surreal

Molécula Tônica


Não lembro bem como foi
Talvez no fim do verão
No limiar de um tempo
Que hoje não volta mais não

Solto, perdido no espaço
Procuro, enfim, entender
Imaginando o impensável
Tentando encontrar você

Passam as nuvens suspensas no ar
Mas sempre param pra ti ver passar

Queria eu te amar sempre assim
Com um amor que desconhece fim

Se por um dia eu puder te guiar
Nossos caminhos iam se cruzar

No céu.
No mar.
Aqui ou lá.

Nem lembro mais como foi
No céu voava um avião
A tarde fez-se mansinha
Outra noite de verão

Luas colorem o céu
Junto às estrelas-do-mar
Mesmo fingindo, não ri
Nem disfarçar, consegui

Pobre do meu coração amador
Que implora um pouco do seu vasto amor

Bem mais provável é que fique assim
Sequer conhece ou se lembra de mim

Se o infinito, enfim, for se acabar
Penso em como seria voar

Pro céu.
Pro mar
Aqui ou lá.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Molécula Tônica no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS