Página inicial > Ska > M > Molécula Tônica > Contratempo do Terceiro Tempo

Contratempo do Terceiro Tempo

Molécula Tônica


Tudo é tudo, nada é nada
Vou seguindo pela estrada
Inventando outro refrão
Um mascate em procissão
Vagando na contramão
E os carros pra onde vão?
Comemoro a profusão
Com o afâ de um ancião

Sustenido e bemol
Sou a Lua e sou o Sol
A fina flor do querer
Tudo aquilo que se vê
Radiofone que é amador
Filho de nosso senhor
Apaura e o temor
De algo que nem começou

O seu Tom e o seu Jobim
E algo bem bonito assim
O simpático senhor
Contrabandeando dor
Domingo de carnaval
A magia em quarenta graus
O caos já se instalou
Nos lugares aonde eu vou

O judeu cristão ateu
Da nobreza ou plebeu
Quarta feira eu volto a ser
Tudo aquilo pra você
Sua flor seu bem-me-quer
Seu homem sua mulher

Redondilha que faltou
No soneto que acabou

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Molécula Tônica no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS