• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Vem e me abraça me leva
    pra beira do igarapé,
    mapas escorrem das mãos
    que vão me fazer cafuné.
    A vida começa agora,
    ilhas de mel, são rios de mel,
    remansos e correnteza.

    Sertão das Águas,
    o amor quando quer é bater e valer,
    inunda os dias de sol,
    pode chover se quiser.

    Lá no sertão, quando vem a noite chover estrelas,
    pingos de luz, são gotas de luz,
    teus olhos na corredeira,
    sertão veredas do Grão-Pará.

    Sertão canoa das populações ribeirinhas
    que vivem dos frutos da mata
    e que não podem a floresta ver destruída.
    Não venha o fogo queimar,
    nem trator correr, arrastar
    pra que a vida queira pulsar e correr.

    Rede que embala o amor
    e lambuza de tamba-tajá,
    lábios com fino licor,
    sede de se lambuzar.
    O meu pensamento voa,
    chega primeiro a minha voz,
    cai nos meus braços,
    aperta os laços, desfaz os nós.

    O grito dessas pessoas
    no fundo dos seringais,
    devia ser escutado
    em Beléns e Manais.

    Corre nas veias remar e seguir a viagem,
    viver só carece coragem;
    esperança que a paz
    reine na floresta.
    Não venha o fogo queimar,
    nem trator correr, arrastar,
    pra que a vida queria pulsar e correr.

    Sertão das Águas,
    o amor quando quer é bater e valer,
    inunda os dias de sol
    e pode chover se quiser.
    O meu pensamento vai,
    chega primeiro a minha voz,
    cai nos meus braços,
    aperta os laços, desfaz os nós.

    O grito dessas pessoas
    dos fundos dos seringais,
    precisa ser escutado
    em Beléns e Manais.

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Milton Nascimento

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.