Página inicial > MPB > M > Milton Nascimento > Estórias da floresta

Estórias da floresta

Milton Nascimento


A brisa acorda a brasa que dormia
O rio aquece sua água fria
Onde a onça bebe, a serpente espia
A mata estranha o que traz o dia

A lua vai indo, nos deixa sem guia
Sol não aparece e a coruja pia
A gente se encolhe na manhã vazia
Já não há quem fale e quem é que poderia

A noite de volta, qual é a magia
Que desperta o medo que eu escondia
Qual é o mistério qual a maestria
Que pára a orquestra em plena sinfonia

O sol de repente traz a luz tardia
E a alegria espalha em cantoria
Onde havia espanto só há ousadia
Foi só brincadeira de um curumim

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Milton Nascimento no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS