• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Velha canoa
    Deslizando na correnteza
    Vai carregando o sofrimento
    E a tristeza
    E o coração de alguém
    Que vive amargurado
    que muito sofre
    Por amar sem ser amado
    Gotas de orvalho
    Vão caindo de mansinho
    Por entre as flores
    Que nas margens vão crescendo
    São como lágrimas de alguém
    Que sem carinho
    que não suporta viver sempre sofrendo

    Vai canoa
    Vai deslizando
    A minha magoa
    Que estou chorando
    Distante da minha amada
    Eu só vivo soluçando

    Velha canoa
    Sei que escuta o meu lamento
    Entre soluços
    Devagar sempre ergue ao vento
    Atirei n'água o caderninho que escrevi
    Os lindos versos
    Que pra ela ofereci
    Canoa amiga
    Que das águas é companheira
    Desce essa onda
    E devolve os versos meus
    Pois é a única herança que ficou
    De um grande amor que terminou
    Sem ter adeus

    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Milionário e José Rico

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.