Mãe de Leite

Milionário e José Rico

Tribunal do Amor - Vol. 12


Quando eu vim ao mundo, pequenino e tão fraquinho
Ninguém esperava que eu fosse sobreviver
Minha mãezinha Deus a tenha junto dele
Deu a vida pela minha pra que eu pudesse nascer

Sem perdoar-me pelo golpe tão profundo
Meu pai saiu pelo mundo e sem amparo eu fiquei só
Mas Deus é justo e colocou no meu caminho
Uma santa criatura que deste pobre teve dó

Salvou-me a vida com seu leite precioso
Pois o seu recém-nascido nosso Deus também levou
Eu que era só então ganhei uma mãezinha
Ela então ganhou um filho e com carinho me criou

Minha mãe de leite, é o sol da minha vida
Minha mãe de leite, me deu o seu calor
Minha mãe de leite, peço a Deus que te proteja
E aonde quer que esteja estarei sempre ao teu lado
Te amparando com amor

Hoje sou um homem de respeito e muito honrado
De bebê abandonado tornei-me um vencedor
Quantas crianças que não tem a mesma sorte
Ou se encontram com a morte ou vivem no desamor

Vão pelo mundo maltratando os semelhantes
Se vingando a todo instante ou fazendo bem pior
Quando bastava uma mão segura e forte
E um pouco de carinho para tudo ser melhor

Compositor: Chico Valente - Neil Bernardes

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Milionário e José Rico no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS