Página inicial > M > Mhasa > Ciclo Vicioso 2

Ciclo Vicioso 2

Mhasa


Um novo recomeço
Rasgando as suturas
Novas amizades, mas não me conheço
E a minha mente não me atura

Novas descobertas
Mas antigas vontades
Coração se aperta pra todas
Mas não altera a identidade

Sempre que eu sorria
Diminuía a minha idade
Alguns chamam de novo dia
O que pra mim, oportunidade

A longevidade
Se tornou dependente
Querendo fugir pra bem longe
Mas não aguenta bater de frente

Mas eu bato sempre
Até que não sobre mais teclas
Viciado nesse ciclo, me diz
Quem é que não peca?

Quem é que não erra?
Quem já não errou?
Com uma bagagem de erros
Me tornei receoso

Não me rendo à espera
Pois, o tempo passou
Expandindo meus erros
Nesse ciclo vicioso

Veja bem, aprenda
Erros são aprendizados
Atitude, quem não tem
Entenda, que morre calado

Foi tipo um choque de estado
Realidade, emocional
Minha vontade em segredo
Me ajuda a ficar mal

Me sinto bem, sou anormal
Esqueço tudo com a caneta
Vejo o lado bom de todo mal
E virei amigo do meu capeta

O meu inimigo tá nas letras
Depende de quem lê
Em tempos de discórdia
O maior inimigo é você

O maior amigo do prazer
É inimigo do azar
Não apresse o destino
Que só vai te atrasar

Quem é que não erra?
Quem já não errou?
Com uma bagagem de erros
Me tornei receoso

Não me rendo à espera
Pois, o tempo passou
Expandindo meus erros
Nesse ciclo vicioso

Compositor: Mhasa - Mário Andrades

Letra enviada por Mhasa

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Mhasa no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS