Página inicial > M > Mensageiro e Mariano > Nos Braços do Mundo

Nos Braços do Mundo

Mensageiro e Mariano


Quando a noite cai
Sorrindo ela sai para tentar a sorte
Mas quando amanhece
Chorando aparece maldizendo a vida

Trazendo consigo mais um desengano
Com os olhos vermelhos de sono e de pranto
Sentindo no peito o coração doendo
É mais uma noite de ilusões perdidas

No vazio do quarto
Num porta retrato alguém lhe sorri
Só o travesseiro
É seu companheiro nesta amarga hora

Seu corpo cansado do vício, da orgia
Rolando na cama solitária e fria
Em seu desespero sem ter alegria
A dor do desprezo aos poucos lhe consome

Amargas lembranças vêm em sua mente
Do filho inocente que não lhe conhece
Mãe ou mariposa, quem é a senhora
Perdeu-se na vida, que fazer agora
Nos braços do mundo chorando amanhece


Amargas lembranças vêm em sua mente
Do filho inocente que não lhe conhece
Mãe ou mariposa, quem é a senhora
Perdeu-se na vida, que fazer agora
Nos braços do mundo chorando amanhece

Compositor: Messias, Mensageiro

Letra enviada por Pedro Paulo Mariano

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Mensageiro e Mariano no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS