Megadeth

Crown Of Worms (tradução)

Megadeth


Coroa de Vermes


Eu sou o autor, incito sua dor

Bebo como fez Baco, rebelo como fez Cain.

Senhor da cidade, eu vou ficar

Todo o Pandemônio, eu vou imperar

Sente em minha fortaleza, suba em minha colina.

Bebendo o vinho, até ficar saciado

Edificando para o alto, os muros do castelo

Oh, velar meu esplêndido tombo.


Eu apresento a você. Apresento pra você.

Apresento a você esta coroa de vermes.


Rodeando a mim mesmo com a miséria

Baixe as cortinas pesadas da minha história

Encantador eu sou, unidade perfeita

Em minha mão esquerda tem a falsa majestade

Eu finjo afeição, escondo a estória real

Disputo com criação, a mentira é minha glória.

Não ligo pra ninguém, meu evangelho está morto.

Pra mim as luzes já eram, apenas a escuridão ao meu

lado.


Eu apresento a você. Apresento pra você.

Apresento a você esta coroa de vermes.


Como preto no branco, tão frio como pedra.

Um mandamento de um, tão orgulho como ouro.

Como negligência de espírito, tão velho como o tempo.

Como legiões são números, como legiões são contadas

Eu sou solitário, com a agonia da verdade

Meu poder de testamento, meu julgamento e correntes.

Meu fim é sabido, e consciente do meu crime.

Minha confissão final escondida de mim, até eu estar

acabado.




Por:Lucas Braghin Giannetti

Crown Of Worms


I am the author, dream up your pain

Drink as did Bacchus, rebel just like Cain

Lord of the city, I shall remain

All pandemonium I shall reign


Set in my fortress up on my hill

Drinking the wine till I've had my fill

Building up high, my castle walls

Oh, to veil my splendid fall


I present you this crown of worms


Surrounding myself with misery

Drawn curtains heavy of my history

Exquisite I am, perfect unity

On my left hand is false majesty


I feign affection, refute the true story

Dispute with creation, the lie is my glory

I care for no one, my gospel is death

For me the light's gone, only darkness is left


I present you this crown of worms


As black in deed, as cold as stone

A commandment of one, as proud as gold

As neglected in spirit, as time is old

As legion is numbers, as legend is told


I am alone with agony of truth

My power of will

My judgment and chain

My end is knowledge and conscience of guilt

My final confusion hidden from me till I'm done





Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS