Sirens From The Underland (tradução)

Mechanical Poet


Ponha a sua cabeça em um musgo emplumado


Congele a sua mente e afogue-se na cama

Ver os lugares que você nunca foi

Deixe a magia começar


Douradura generosa

Sujado o verde

Murchar interminável

Coberto a cena

Sombras fantásticas

Reunido nas clareiras

O horário de verão ofegante lentamente desbota-se


Grama mumificada

Encobriu os caminhos

Latão rubicundo fraco

Coloriu as planícies

Profundamente na neblina

Uma raça prístina

Está começando a cantar padrões enfeitiçadores


As maravilhosas baladas estão arrastando longe

Você não estará de volta se você deixar o caminho

Às vezes uma voz bem conhecida pode ser ouvida no coro

De um lodo nebuloso

Eles são contentados ou somente magnetizados?

Emplumados e ainda hipnotizado







Sirens From The Underland


[Chorus:]

Lay your head on a feathery moss

Freeze your mind and drown in doss

See the places you have never been

Let the magic begin


Bountiful gilt

Stained the green

Never-ending wilt

Covered the scene

Fanciful shades

Gathered on the glades

Wheezy summertime slowly fades


Mummified grass

Cloaked the lanes

Faint ruddy brass

Coloured the plains

Deep in the haze

A pristine race

Is beginning to sing witching lays


[Chorus]


Wonderful ballads are lugging away

You won't be back if you leave the way

Sometimes a well-known voice can be heard in the choir

From a nebulous mire

Are they contented or just magnetized?

Enfettered and still mesmerized


[Chorus]

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

MIX DE MÚSICAS