• Vagalume
  • A-Z
  • Estilos
  • Top 100
  • Playlists
  • Rádio
  • Hot Spots
  • Notícias
  • Play
    PLAY

    Aqui o baguio é doido mais é o que se quer,
    Mais quando me ver no asfalto se dá marcha ré.

    Ai no asfalto é pior,
    Ninguém respeita ninguém,
    Ninguém ajuda ninguém,
    Você só vale o que tem
    E com uma nota de cem ou se mostrar algum bem,
    Geral te ama e quem, não te amava também,
    Ai humildade não tem, se você cai outro vem,
    A vida ensina e eu sei, quem tem mais que dita a lei,
    Você é rico porém, da sua sujeira eu sei,
    E você pensa que é quem, pra poder julgar alguém ?

    Aqui o baguio é doido, mais aqui tem disciplina,
    Se você sabe mais, então doutor me ensina,
    Sei que eu não tenho nada e vivo na contenção,
    Mas foi sua ambição que me fez virar ladrão,
    Sei que meu barraco é de humilde perto da sua mansão,
    Não passo de um fracassado isso na sua visão,
    Já que não gosta de pobre e vive na ostentação,
    Paga o seguro de vida e cobre o corpo no chão,

    Aqui o baguio é doido mais é o que se quer,
    Mais quando me ver no asfalto se dá marcha ré,
    Que me ver perder minha fé, meu filho e minha mulher,
    Então doutor já é, tenta ficar de pé.

    Aqui o baguio é doido mais é o que se quer

    Meu manifesto e meu protesto,
    É pelo resto que sobra do povo,
    Um gesto eu infesto de ódio
    Meu aliados e metade do morro
    (Socorro, socorro)
    Você grita e clama pela sua alma
    Você tem meia hora pra explicar sua frieza,
    Mais não vem me dá aula, tipo jaula,
    O sequestro é só pra você refletir e fazer um turismo,
    Eu te levo no pico mais alto do morro
    E te boto de frente com o cristo,
    (Aqui o inferno já era, ninguém tem mais fé e só brota certeza)

    E se os cliente subir e comprar minha maconha
    É comida na mesa,
    Aqui não tem hospital,
    Ninguém tras remédio mais tras para-fal,
    Tras fuzil, granada, rajada de uzy os traçante aqui é normal,
    Maconha, pó, haxixe, vixe agora tem crack,
    Meu povo quer casa, comida, e vocês só me mandam o PAC,

    Imagina se o povo revolta e cai pro asfalto,
    Na fome de saque, Brasil em pleno ano 2000
    Me lembra o HAiti e a guerra no Iraque,
    Só te mostro que o baguio é doido
    E que se nem sonha em plantar no regime,
    Mete o pé, qual é doutor?
    Sentiu na pele a visão do morro pro Rio?
    Vai pra casa e espalha a notica
    Da merda que cês quer fazer com o Brasil,
    Mete o pé, qual é doutor,
    Sentiu na pele a visão do morro pro Rio?

    (Refrão)

    Manisfesto Mag,
    Cê tá ligado porque está feito o convite,
    Diretamente do complexo da Penha,
    Eu mesmo, Mc Smith,
    Ai doutor, seu cuzão, sai da baixo da cama então,
    tá pensando que tá na Barra?
    Tu tá no complexo do Alemão.
    Você diz que eu faço apologia,
    Mais meu dia a dia você não quer ver,
    Fama de cria na comunidade, só resultado do meu proceder,
    Se ando de moto, de carro bolado,
    Você cresce os olhos e conspira nas costas,
    Quer me ver caido, sua inveja é uma bosta,
    Quer falar do funk que é fruto de luta e de várias correrias,
    De baixo de chuva, embaixo do sol,
    Faça noite ou faça dia,
    Oi, aqui o baguio é doido,
    Tu vai ver como que é,
    Subir de blindado é mole,
    Quero ver subir a pé,
    Sufocar os moto-taxi, rebocar combi e buteco,
    Só faz a revolta crescer,
    VOlta pro asfalta achando que é certo,
    Tem poder e condição, mais não é sujeito homem,
    No dia da eleição quer falar bonito no microfone,
    Doutor traz sua famílias e hoje esquece o seu racismo,
    Vem dá um rolé na favela que hoje eu banco o seu turismo,
    Vem com o seu carro blindado e fica de sobre-aviso,
    Porque aqui é diferente da tv é tudo ao vivo,
    Te botamos no poder e você tá cheio de marra,
    Gastando nosso dinheiro no Leblon e lá na Barra,
    A gente até se parece mais não sou da sua laia,
    Porque eu não robo de pobre pra comprar casa de praia,

    Aqui o baguio é doido mais é isso que se qué né,
    Mas quando me vê no asfalto se dá marcha ré né (3x)

    Letra enviada por Liana Pires
    Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção »

    Comente
    user 300 caracteres restantes. Enviar

    Todas as letras de Mc Smith

    Publicidade
    Notícias
    Mais notícias »
    Hot Spot
    Top Músicas do Vagalume
    Top 100 »

    As informações deste site são postadas integralmente pelos usuários. É importante dizer que é possível que os dados estejam desatualizados ou incorretos, sendo assim, o Vagalume exime-se de qualquer responsabilidade sobre as informações publicadas.Caso haja interesse em remover ou alterar alguma informação, entre em contato conosco.


    É permitida somente a visualização no site das letras de músicas encontradas aqui, vedada sua reprodução através de quaisquer outros meios (Lei 9610/98).Todas as letras de músicas são propriedade dos seus respectivos autores e divulgadas somente para fins educacionais.All lyrics are property and copyright of their owners. All lyrics are provided for educational purposes only.