Página inicial > Bossa Nova > M > Maysa > Imensamente

Imensamente

Maysa


na estrada onde vou passando
tenho o rosto desenhado
dos passos que vou deixando
quase nada foi guardado

nas cores da madrugada
mergulhei o olhar descrente
das voltas do meu passado
trago apenas o presente

minha voz mora no vento
e velóz vai no espaço
derramando o pensamento
pelos cantos onde passo

meu nome é chama queimando
ou quem sabe água corrente
semente de alguma rosa
ou terra feito horizonte

ou ponte de alguma estrada
ou morador, ou viajante
venho só de tão distante
vendo a hora da chegada

só alguém que um dia chora
no outro volta a ser contente
no sorriso vou morrendo
pra viver imensamente

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Maysa no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS