De Mãos Dadas

Maurício Mattar


Eu não acreditava mais em mim
Pensava que o amor era ilusão
Quando você apareceu na hora eu não acreditei
E mesmo não acreditando eu me apaixonei

Eu mergulhei na luz do teu olhar
Faz tempo que eu não me sentia assim
Me acostumei a ser feliz
Meu coração criou raiz
Felicidade quando chega, chega pra ficar

Quero ser seu amor, seu amigo
E nas noites de frio, seu calor quero ser
Sua felicidade, seu amor de verdade
Meu amor quero ser

Descobrir de mãos dadas os segredos da estrada
Que vaga a madrugada até amanhecer
Descobrir todo dia no sabor da alegria
Doce monotonia de só te dar prazer

Quero ser seu amor, seu amigo
E nas noites de frio, seu calor quero ser
Sua felicidade, seu amor de verdade
Meu amor quero ser

Descobrir de mãos dadas os segredos da estrada
Que vaga a madrugada até o amanhecer
Descobrir todo dia no sabor da alegria
Doce monotonia de só te dar prazer

Letra enviada por Playlists do Vagalume

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Maurício Mattar no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS