Página inicial > Rap > M > Mattenie > O Rap É o Nosso Grito! (Part. Sã, Dj Dedé3d)

O Rap É o Nosso Grito! (Part. , Dj Dedé3d)

Mattenie


Verso 1 (mattenie)
O rap é o nosso grito
Meu povo como o egito está em revolta
Brasil anda pra frente
Esquece de olhar em volta
Progresso tem seu preço
E custa caro eu não mereço
Ou melhor, não é meu direito
Ter hospital no meu endereço
Eu tenho é que pegar 'busão' pra ir trampar
E depois que trampar pegar o 'busão' pra eu voltar
Só que pra eu voltar são dois 'busão' pra eu pegar
Pagar a condução dificulta me sustentar
Isso não é condição, rendição pra um sistema
Que não ajuda os que não tem solução
Pra esses problemas
Eu vi que, Deus é brasileiro só em sala de cinema
Na cidade dos homens, porcos tem algema
Pra prender, se você não conseguir seguir a lei
Que te impuseram
Não te propuseram nenhuma alternativa
Quando deram tapas na sua cara
Por porte de cannabis sativa
A missão deles é mesma objetiva
Ter uma reação dessa população que seja positiva
Fabricando a sua perspectiva
Rede globo o faz de bobo
Com uma grade de programa nada ativa

Refrão
Melhor respeitar nossa existência
(riscos) hoje no rap não tem mais moleque
Ou vão ter que aceitar a resistência
(riscos) gosta de rap grita how


Verso 2 (sã)
Você quer saber o que passa numa mente em crise?
Só me dê um instrumental
Um sorriso falso e mano sai da frente
Não desacredite, o mundo me quer doente
É que o moisés ausente me fez ser um pouco nietzsche
Brasil de amor intenso só na copa
Espírito patriota que morreu no seu mensalão
Sou vegetariano
Presidente sua cabeça no prato
Faz eu repensar essa condição
De fato, tô cansado, brasil de ator, governo teatro
Que pra relembrar você: governo é feito de nós
Por nós, ou pra nós? pelo menos era pra ser
Dane-se, da-da-da-dane-se
Cansei dessa democracia ditadora que nos diminui
Horário político só quando convêm
Mas um filho teu não foge à luta
O medo é invenção do homem
(mattenie)
Cabeça é a única arma que dispensa coldre
Tudo aquilo que eu quiser eu consigo
Minha fé não se abala, minha voz não se cala
Viveu em vão quem entre nós nunca disso soube
Muita informação tô ligado não coube
Se for virar político por favor
Só não vire ladrão e nos roube, dessa rotina nos poupe
Não confio em política porque a estatística prova
O resultado do exame de balística
É que eles estão cavando a sua cova
A cada nova eleição, renova
E eles são farinha do mesmo saco
Fraco e safado igual o deputado pego com dólar no saco
Se eu vou no comício, eu taco tomate logo no início
Eu chamo pro fight, eu posto no site
À 10mb hoje não é tão difícil
Nadaram na cachoeira e viram que além de piranha
Tinha traíra no meio dos truta
O filho da puta se calou ao ter que explicar a conduta
Por trás de todo fortuna há um crime
A dilma como aluna não subestime não
Assalto ao banco central vai ter outra filme
Máfia da pasta já é quadrilha formada
Advogados não escondem o rosto mas sim o imposto
Assim outros vão sentindo o gosto do ciúme

Tantas mentiras então as verdades eu não omito
O rap é o nosso grito!
O rap é o nosso grito!
Em meio as mentiras tio, as verdades eu não omito
O rap é o nosso grito!
O rap é o nosso grito!

Refrão
Melhor respeitar nossa existência
(riscos) hoje no rap não tem mais moleque
Ou vão ter que aceitar a resistência
(riscos) gosta de rap grita how

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Mattenie no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS