Janela

Matheus Prevot


Dizer tchau, tarefa fácil
Duro é dizer adeus
Quando aquela hora
De deixar o que era seu

Por que a sua fantasia
Se o palhaço era eu?
Nessa vida arredia
Minha fé sobreviveu

Como a mosca na janela bate
Buscando a liberdade
Eu também em minha janela bato
Buscando a claridade

Que vem do seu olhar e até seus olhos se fecharem
Escolheu a estupidez de um outro
A minha insanidade

Letra enviada por Matheus Prevot

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Matheus Prevot no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS