Fértil

Matheus Prevot


Quando a força da noite
Arrebentar a janela de vidro
Estrelas entrarão no quarto
Para falar ao meu ouvido

Quando a força do sonho
Arrebentar a cabeça de cálcio
Viverei em outro mundo
Quase feito de mim mesmo

Quando a força da vida
Arrebentar o corpo dormente
Levantarei com muito sono de volta ao velho batente

Quando a força da chuva
Arrebentar o dia agitado
Vou sorrir deitado e respirar a terra

Compositor: Matheus Prevot, Rafael Macedo Cunha

Letra enviada por Matheus Prevot

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Matheus Prevot no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS