Otnuj

Matheus Maxxt


Minha filosofia se perde, a diferença se conjunta
O tecido se rasga, junto a cláusula defunta
Pedras que rolam, e hoje aqui choveu dor
A lástima aumentou, lágrima sobrecarregou
E cê nota minha tristeza, viu o que sempre complica
O que importa me edifica, e intensifica a clareza
Da destreza que se impõe, como porta no "porquê"
Compromete a você, pro raso te surpreender
E a roda gigante não para, muito menos o relógio
O tempo me consome e eu penso lá no pódio
Ódio na rotina, eu, me protejo mesmo
Porque num é todo povo que tem um zé pequeno
2017, Os pensamentos mudaram
Eu penso dane-se a escola, é o rap que eu declaro
É ele que eu estudo, atrás de um conteúdo
Enfrentando neurose, e crítica de alto custo

Né de hoje, né de ontem é de tempos
Né de hoje, né de ontem é de tempos

Que eu sonho com uma viagem, margem inesperada
Coração pulsa bem forte, na hora da largada
Mas cuidado na corrida, que cansa a gente
Carentes do tal cuidado, que aqui já é ausente
Sempre fui diferente! felizmente ou infelizmente
Feliz, minto! infeliz, minto, novamente
Eles dizem "rima livre" exposto o defeito
É que confundem liberdade com direito
Efeito, disposto a tudo, calibre é divisão
Licença é descartável pra quem tem disposição
O adeus já soa na espera da sua hora
Da saudade caçoa pois afeta sem demora
Meu login debilitado, a procura da paz
Fiz jus a meu compasso, até que fiquei pra trás
Não demora a calmaria, a terra é redemoinho
Fé fortalece a mania, ninguém se dá bem sozinho!

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Matheus Maxxt no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS