O Que Mudou?

Matheus Maxxt

A Luz No Fim Do Túnel (Maxxt)


Conheci muitas pessoas, entrei em categorias
Naveguei por coisas boas, sentidas de alegrias
Tenho vontade de agir como criança, apruma
Mas é impossível pq eu já me considero uma
Nunca tive aniversário tiozao, tá panguando?
E no primeiro que eu tive fiquei doente quase um ano
Háá, esse é o meu perfil, sem pudor
Eu simplesmente achava que minha fama
era o meu valor
Só que não doutor, um rodízio de vaidade
Não tinha valor ali, muito menos felicidade
Lembro de cada chinelada que levei, manobra
E em nenhum momento desses
pensei em me envolver com drogas
Rejeitado sempre fui, de cabeça baixa
E o medo que nois tinha de tirar nota baixa?
E essa situação nisso aqui sempre se encaixa
De um menino doce que hoje ama bumbos e caixas
Agora vê como é que tá, vê se eu não gingo
Mas muitas vezes quis sair de casa pelos chingos
Era difícil, uma meta fora de alcance
E pensar que eu já chinguei minha mãe
por causa de um lanche!
Fiz muita merda tiw, será que Deus perdoou?
Quem me acha um imbecil, me diz aí o que mudou?
No entanto ainda era fraco, em questão de tons
Mas Quem diria que o Matheus estaria a fazer sons
Com um álbum pra lançar, mentes pra fortificar
Acho que o meu mano lá, iria se orgulhar
Garoto bom de bola, no pique Strike
Encravou as duas unhas e se demonstrou no mic
Nunca fui fortão no músculo, ou no braço de ferro
Pois a melhor parte da minha história
é quando eu não erro
Procura aí rapaz, bem no mei da trilha
As partes boas do mano mais preguiçoso da família
É o que eles dizem sempre, nesse atalho
Mas meus raps são pra acabar
com o desânimo desse trabalho
Foi mal pai, eu não virar operador de máquinas
Preferi colocar minhas rimas boas em prática
Minhas Lástimas não acabaram não, atua
Mas os raps são suficientes pra eu acabar com as suas
A rua não me ignorou
Eu que ignorei a rua, mundo louco
Vida crua, preferi alcançar a lua
É... quem me ameaçou, chamou de mané
Pede ajuda otário! Eu ainda estou de pé
Lamentável isso é, pra cacete
Estudei nas melhores escolas
e só me lembro dos bilhetes
Isso aqui não é uma diss, muito menos uma história
É só uma reflexão que vai ficar pra memória
Nunca que eu fui de roubar a cena, degrada
Sou mais pro que só olhava sem poder fazer nada
Momentos desnecessários nisso eu já paguei preço
Sem ao menos um questionário fui vítima do desprezo
Não era pra eu estar aqui nesse mundo rapá
E ainda tem filho da... que pensa em me parar
Se escute, mude, poesia rude
Me sinto envergonhado de fazer parte da juventude
Não entendo se me afetar, é o seu objetivo
Mas se eu tô aqui pra falar, tem que haver algum motivo
É... e eu
Esperei muito por isso aqui
E eu, Enfrentei tudo por isso aqui
E eu, lembrei do intuito que é isso aqui
E só eu tô aqui nessa merda
é porque eu mereço isso aqui

Valeu Deus
Valeu Jesus
Valeu Rap
Valeu Família
Valeu Inspiração
Valeu Maxxt!
Obrigado Por Tudo!
A Luz No Fim Do Túnel Foi Encontrada
Não Tenham Dúvidas Disso
2016, Jump Records
Salve Geagah!

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Matheus Maxxt no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS