Sexo Frágil

Matheus Hardke


O perigo sempre nos rondando
Cada palavra vem nos baleando
Posso estar escapando
Mas isso já está me atormentando
Eles vivem nos abusando de todas as formas
Mas mal sabem eles que tem as coisas tortas

Abram as portas para eles passarem
Sempre nos colocando em rótulos
Mas eles que são tortos aqui
Não podemos fazer nada
Eles são o sexo mais forte
(Por que será x2)
Quem deu cérebro para esses idiotas?

Sempre tentando nos encaixar em quadros
Querendo sempre nos levar para seus quartos
Mas se você não for um barato
Pegue seu casaco e se vá
"Tem que ser branco"
"Tem que ser hétero"
"Tem que ser rico"
"Tem que ser bombado"
Quem agora é o sexo frágil?

O perigo sempre nos rondando
Cada palavra vem nos baleando
Posso estar escapando
Mas isso já está me atormentando
Eles vivem nos abusando de todas as formas
Mas mal sabem eles que tem as coisas tortas

Abram as portas para eles passarem
Sempre nos colocando em rótulos
Mas eles que são tortos aqui
Não podemos fazer nada
Eles são o sexo mais forte
(Por que será x2)
Quem deu cérebro para esses idiota

Sempre tentando nos encaixar em quadros
Querendo sempre nos levar para seus quartos
Mas se você não for um barato
Pegue seu casaco e se vá
"Tem que ser branco"
"Tem que ser hétero"
"Tem que ser rico"
"Tem que ser bombado"
Quem agora é o sexo frágil?

Letra enviada por Matheus Hardke

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Matheus Hardke no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS