Página inicial > M > Matheus de Oliveira > Está Tudo Consumado

Está Tudo Consumado

Matheus de Oliveira


Com o meu rosto prostrado
Clamo ao Pai ajoelhado
Para que se for possível, passe de mim esse cálice
Que não seja deita a minha, mas sim Tua vontade Pai

Traído desse jeito
Eu fui entregado
Por sinal de um beijo no meu rosto fui comprado
Pregado numa cruz, pra salvar os condenados

Não vou desistir
Mesmo não sendo o culpado
Por todos me entreguei, apanhei fui humilhado
Mas pelas monhas pisaduras, todos vocês são sarados

Refrão

Pai chegou o fim
Consertei o que era errado
Eu não perdi a chance e livrei todos do pecado
Pai, toma a minha vida

Pai chegou o fim
Consertei o que era errado
Por todos me entreguei, apanhei fui humilhado
Te entrego minha vida, esta tudo consumado

Letra enviada por Matheus De Oliveira

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Matheus de Oliveira no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS