Sangue Blue

Marujo Cogumelo


Ouço o vazio daquele sentimento amargo
Em tinta azul sigo colecionando mágoas
O peso é cada vez maior
O preço eu ja sei de cor
Noite fria, peito quente
Mãos vazias de repente
Sangue blue
Todo dia pela frente
Quem diria novamente
Sangue blue
O vento do sul, passa e corta como uma serpente
Com escamas de navalha
Ratejando sobre o meu corpo nú
As lágrimas se escondem mas,
O medo não descansa em paz
Noite fria, peito quente
Mãos vazias de repente
Sangue blue
Todo dia pela frente
Quem diria novamente
Sangue blue
O peso é cada vez maior
O preço eu ja sei de cor
Noite fria, peito quente
Mãos vazias de repente
Sangue blue
Todo dia pela frente
Quem diria novamente
Sangue blue

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Marujo Cogumelo no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS