Meu Inimigo

Marujo Cogumelo


O meu inimigo antigo veio hoje me ver
Não pude crer
Ele era eu mesmo a esmo
Gelado por dentro
Parado no tempo

Com satisfação dei-lhe a mão
Parei pra olhar
Coisas de par em par
Falei dos gigantes, os mutantes
Comigo pensei: Arnaldo é rei!

E eu me espero vendo as porcarias que passou na tv
Chove pedra quando erro
e quando acerto não tem ninguém pra ver

Letra enviada por Leandro Saueia

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Marujo Cogumelo no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS