Amaralina

Marujo Cogumelo


Os anéis de fumaça fumegados pelo meu fogão à lenha
São auréolas de quem fica todo dia
resumindo a própria vida

Ver você me lembra aquela água limpa azul de amaralina
Quando fomos proibidos de dar beijos e abraços na piscina

Eu canto todo dia pra saber como seria sem você
Quem sabe algum dia eu demonstre a alegria sem temer

Deixa fluir, deixa partir
E me faça acreditar

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Marujo Cogumelo no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS