Página inicial > Fado > M > Mariza > Vielas de Alfama

Vielas de Alfama

Mariza

Fado Curvo


Horas mortas noite escura
Uma guitarra a trinar
Uma mulher a cantar
O seu fado de amargura
E através da vidraça
Enegrecida e rachada
Aquela voz magoada
Entristece a quem lá passa

Vielas de Alfama
Ruas da Lisboa antiga
Não há fado que não diga
Coisas do vosso passado
Vielas de Alfama
Beijadas pelo luar
Quem me dera lá morar
P'ra viver junto do fado

A lua às vezes desperta
E apanha desprevenidas
Duas bocas muito unidas
Numa porta entreaberta
E então a lua corada
Ciente da sua culpa
Como quem pede desculpa
Esconde-se envergonhada

Vielas de Alfama
Beijadas pelo luar
Quem me dera lá morar
P'ra viver junto do fado

Compositor: Artur Ribeiro e Max

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Mariza no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS