Marisa Monte

Espaçonaves

Marisa Monte

Portas


Não é coisa pouca
Boca de rio seco
Todo vazio que se inventa
Todas as espaçonaves
Do meu coração planeta
Não é coisa pouca
Boca de gelo seco
Que meu coração mereça
Não é coisa à toa apesar de ser
Que meu coração esqueça

Quando a solidão vem
Tem que se cuidar bem
Do que se tem na cabeça
Roupa de secar no sol, sim
Banho de perfume e jasmim
Se for coisa à toa você vai ver
Que desapareça

Se for coisa à toa você vai
Ver que desapareça

Não é coisa pouca
Boca de rio seco
Todo vazio que se inventa
Todas as espaçonaves
Do meu coração planeta
Não é coisa pouca
Boca de gelo seco
Que meu coração mereça
Não é coisa à toa apesar de ser
Que meu coração esqueça

Se for coisa à toa você vai ver
Que desapareça
Se for coisa à toa você vai
Ver que desapareça

Composição: Marcelo Camelo

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Marisa Monte no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

ESTAÇÕES

ARTISTAS RELACIONADOS