Página inicial > MPB > M > Maria Bethânia > Mané Fogueteiro

Mané Fogueteiro

Maria Bethânia

Maria Bethânia: ao Vivo


Mané Fogueteiro era o Deus das crianças, da vila distante de três corações, em dia de festa fazia rodinhas, soltava foguete, soltava balões.
Mané Fogueteiro gostava da Rosa, cabocla mais linda esse mundo não tem, mas o pior é que o Zé Boticário, gostava um bocado da Rosa também.
Um dia encontraram Mané Fogueteiro de olhos vidrados, de bruços no chão um tiro certeiro varava-lhe o peito, de volta da festa do Juca Romão, e como os que morrem de tiro conservam, a ultima cena nos olhos sem luz, claro foguete de lagrimas frias, alguém viu brilhar seus olhos azuis.
Tudo são trechos que escuto, vem dela, pois minha mãe é minha voz, como será que isso era? Este som que hoje sim gera sois dói, dói, aquele que considera a saudade, uma mera contraluz que vem, do que ficou pra trás, não este só desfaz, o ciclo e a Rosa também.

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Maria Bethânia no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS