Página inicial > Sertanejo > M > Marcus e Dalto > Interrogação

Interrogação

Marcus e Dalto


Chuvas de mistérios que invadem tiram o tempo de me restaurar
Dentro desse peito, sei que ainda tem um jeito de me abrigar
Saio pelas ruas, esquinas escuras
Sei que não vou te encontrar
Quebro meu silêncio e grito ao vento
Só ele pode escutar a minha dor

Interrogação, no meu coração
vivo andando pelas nuvens sempre a te esperar
Interrogação, me diz sim ou não
Volta logo pro seu canto, aqui é o seu lugar
Eu só me lamento, perdido no tempo
No meu mundo tão deserto, te quero por perto

Chuvas de mistérios que invadem tiram o tempo de me restaurar
Dentro desse peito, sei que ainda tem um jeito de me abrigar
Saio pelas ruas, esquinas escuras
Sei que não vou te encontrar
Quebro meu silêncio e grito ao vento
Só ele pode escutar a minha dor

Interrogação, no meu coração
vivo andando pelas nuvens sempre a te esperar
Interrogação, me diz sim ou não
Volta logo pro seu canto, aqui é o seu lugar

Interrogação, no meu coração
vivo andando pelas nuvens sempre a te esperar
Interrogação, me diz sim ou não
Volta logo pro seu canto, aqui é o seu lugar
Eu só me lamento, perdido no tempo
No meu mundo tão deserto, te quero por perto

Eu só me lamento, perdido no tempo
No meu mundo tão deserto, te quero por perto

Letra enviada por Aline Sant'anna

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Marcus e Dalto no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS