Tá Dificil

Marcos pk & Samuka


Daqui do continente até lá na ilha
São mil tretas e mil vidas perdidas

[MarcosPk]
Parei para refleti como anda a minha vida
Notei que não ta rolando do jeito que devia
Jovem sofredor guerreiro brasileiro
No bonde da agonia mais um passageiro
Olhando para o espelho vendo uma imagem triste
Dos olhos correm lágrimas que deixam cicatrizes
Junto com as lagrimas o pensamento vai a mil
Olho pela janela vejo a porra do Brasil
Não é querer julgar, difama o meu País
Mas ta difícil de viver, isso me deixa infeliz
Condição sinistra de ódio e rancor
Alienados pela vida, tipo filme de terror
E assim vai acontecendo o fim do mundo
Agora percebo que o homem estragou tudo
Eisten descobriu a teoria da relatividade
O rico deu para favela a maconha, cocaína e o crack
Jovens sem futuro, não querem ir para escola
Jogaram fora o lápis, preferem uma pistola
Pobres, favelados sem chances no estudo
Pro rico é considerado bactéria nesse mundo
A guerra atual levou nossos sonhos embora
Viver na paz, não podemos, então chora
Mas aqui o sono é eterno e cama um caixão lacrado
Vinte mil espíritos do mal levam sua alma para o diabo

[Refrão]
Daqui do continente até lá na ilha
São mil tretas e mil vidas perdidas (2x)

[Samuka]
Realmente está difícil, viver em torno disso,
Continente de Floripa, um campo de extermínio,
Tantos sonhos destruídos, miséria e desespero,
Tanta gente morrendo, na guerra por dinheiro,
Sem emprego, sofrendo, vendo a realidade,
No lado esquerdo do peito acelera o Tic Tac,
Sem massagem você sabe qual é a verdade,
Sistema sem piedade, só fode nossa cidade,
Já não é mais novidade, para quem mora aqui,
Sentindo a dor na pele, impedido de sorrir,
Só veneno mó perreio, verdadeiro pesadelo,
É somente sofrimento, aqui dentro do gueto,
Ta cruel não é o céu, infelizmente vivo assim,
Todo dia um obstáculo, está difícil para mim,
Para mim e para milhões, sofredores brasileiros,
Sonhando com cifrões, alimentando desejos,
Aqui onde eu cresci, já sofri o suficiente,
Esgotou a paciência agora vou bater de frente,
Sou o que você criou, tratado como indigente,
Sem esperança depositando o ódio no pente,
Brasil infelizmente, promoveu a guerra,
Quer colher a paz plantando a miséria,” Vichi”
Favela por favela, aqui sente a injustiça,
Desses canalha que só prejudica nossa vida,
Cansei não posso mais, ficar aqui só olhando,
Vendo a paz agonizando, partindo “levando um sonho”,

[Refrão]
Daqui do continente até lá na ilha
São mil tretas e mil vidas perdidas (2x)

Compositor: Marcospk/samuka

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Marcos pk & Samuka no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS