Vale do Amor

Marcos Gythano


quando pensei em liberdade
nao imaginei tanta saudade
preso ou nao pelo passado
queria o calor do teu abraço

como uma flor vou atrair voce pra mim
e a borboleta coraçao, vai viver em meu jardim

e a chuva cai, e a chuva
vai regar o nosso vale onde brota essa paixao
e a chuva cai, e a chuva
vai milhar a nossa casa moradia do amor

Compositor: Marcio Lucas

Letra enviada por Marcos Jose Rosale

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Marcos Gythano no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS