Página inicial > Disco > M > Marco Paulo > Vinho Verde

Vinho Verde

Marco Paulo


Ninguém na rua,
Na noite fria,
Só eu e o luar.
Voltava a casa,
Quando vi, que havia
Luz no velho bar.
Não hesitei
Fazia frio e nele entrei.
Estando tão longe
Da minha terra
Tive a sensação
De ter entrado numa taberna
De Braga ou Monção
Um homem velho
se acercou e assim falou

---------------------------------------------------------------------------------------------------

Vamos brindar
Com vinho verde
Que é do meu Portugal
E o vinho verde
Me fará recordar
A aldeia branca
Que deixei
atrás do mar
Vamos brindar
Com um verde vinho
Pra que eu posso cantar
Canções do minho
que fará recordar
Tudo o momento de voltar
Ao mar.

---------------------------------------------------------------------------------------------------

Falou-me então
daquele dia triste
O velho Luíz
Em que deixará
Tudo o que existe
Para o fazer feliz
A noiva a mãe
E casa o pai
E o cão também
Pensando agora naquela cena
Que na estranja fiz
Recordo a magoa
Recordo a pena
Que com ele vivi
Bom português
Regressa breve e vem de vez.

---------------------------------------------------------------------------------------------------

Vamos brindar
O vinho verde
Que é do meu Portugal
E o vinho verde
Me fará recordar
A aldeia branca
Que deixei
atrás do mar
Vamos brindar
Com um verde vinho
Pra que eu posso cantar
Canções do Minho
que fará recordar
Tudo o momento de voltar
Ao mar.

Vamos brindar
O vinho verde
Que é do meu Portugal
E o vinho verde
Me fará recordar
A aldeia branca
Que deixei
atrás do mar
Vamos brindar
Com um verde vinho
Pra que eu posso cantar
Canções do Minho
que fará recordar
Tudo o momento de voltar
Ao mar.


Fim.


%)

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Marco Paulo no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS