Página inicial > M > Marco Aton > Rio Negro

Rio Negro

Marco Aton


Eu não quero ver mais um pingo d'água do teu olho
Desenhando um rio negro de rímel pelo rosto

O que faz você feliz
O que o arnaldo antunes diz
Em você ecoou
Te fez pensar
Te atravessou

Você quis tanto vencer
Só pra tentar esquecer
Da tempestade que um dia
Levou a doce menina

Quando tentou correr
Qualquer lugar bem longe
Eu não quero ver mais um pingo d'água do teu olho
Desenhando um rio negro de rímel pelo rosto

O que faz você feliz
O que o arnaldo antunes diz
Em você ecoou
Te fez pensar
Te atravessou

Você quis tanto vencer
Só pra tentar esquecer
Da tempestade que um dia
Levou a doce menina

Quando tentou correr
Qualquer lugar bem longe
Era melhor que a doentia
Antropofagia em família

Eu não quero ver mais um pingo d'água do teu olho
Desenhando um rio negro de rímel pelo rosto

Mas como pôde ver
Não adiantou correr
Há um passageiro homicida
No banco de trás da tua vida

Eu te peço, então, querida
Pare esse carro!
Decida!
Diga a esse passageiro louco
Que tens o tempo todo
Para ouvir-lhe dizer
Por mais que doa em você
Reviva esse caminho torto
Faça esse avesso de aborto

Porque eu não quero ver mais um pingo d'água do teu olho
Desenhando um rio negro de rímel pelo rosto

E assim seremos sempre muito mais
Assim seremos sempre muito mais

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Marco Aton no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS