Dei Azar

Marcio Fidelis


Peguei o trem, na estação da barra funda
Fui atĂ© a santa efigĂȘnia, comprar um presente
Pois era natal
Chegando lĂĄ, dei de cara com a, policia
Uma blitz na cidade olha o povo correndo
E os homens atrĂĄs

Atravessei a, avenida ipiranga
Fui até a vinte e cinco, desci a ladeira de porto geral
Fui lå na pagé,comprar um perfume importado
Quando baixou de repente, um tumulto daqueles
Era a federal

Pra distrair, fui no mercado municipal
Comi um sanduba daqueles
Quase que até que passo mal
NĂŁo acreditei, bateram a minha carteira

Tive que entĂŁo lavar pratos, pois o dono do bar era o policial
A louça tive que lavar, os pratos tive que enxugar
Nesse rolĂȘ na cidade, eu dei foi azar
O presente pro meu amor
NĂŁo vou levar

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta mĂșsica

Ouça estaçÔes relacionadas a Marcio Fidelis no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS