Zé Bambú

Marcinho Moreira


Zé bambu era da patamo lá de Madureira
Era o "Deus me livre" da estação primeira
Ainda não pendurou a chuteira
(Ele não é de brincadeira)
Batia sem ver
Era "Paulistinha" soco e pescoção
Malandro apanhava sem saber porque
Zé descia o bambu e sabia a razão

Arengueiro
Botafoguense, soco de pilão
São Jorge no peito estilo medalhão
Tremendo canalha da jurisdição
(Meu irmão não é mole não)
Timbre grave
Deixava no chinelo a voz do Jamelão
Dó menor cinco oitavas a baixo
Adoniram Barbosa com inflamação
(No estilo rouquidão)

Fornecedor de cliente pro pronto socorro
Mais vira-lata que qualquer cachorro
Era o "13" de Vila Isabel
(Salve o bairro de Noel)
Ativista, mais socialista que o "Pstu"
Seu nome é José Gustamante da Silva
Mais conhecido como Zé Bambu

Letra enviada por Marcinho Moreira

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Marcinho Moreira no Vagalume.FM

MIX DE MÚSICAS