Página inicial > Sertanejo > M > Marciano > Telefone (Alô)

Telefone (Alô)

Marciano

O Melhor de Tua Vida


São quatro horas da manhã ainda estou aqui
Rolando em minha cama sem conseguir dormi
Atenda o telefone, sei que é tarde demais
Preciso lhe dizer pra poder dormir em paz
Me desculpa, me perdoa eu estar telefonando
Queria lhe dizer o quanto eu te amo
Quanto eu te amo, quanto eu te amo
Quanto eu te amo

Alô quero ouvir sua voz
Tô com um nó na garganta
Saudade no peito
Lembranças de nós

Alô não consigo dormir
Me perdoe se eu insisto
Se eu ligo de novo
Querendo te ouvir

Mas como vai você
A gente nem se vê
Ainda vivo dos nossos momentos
Não sei te esquecer

Sei que é tarde
Que é fora de hora
Por favor não desligue agora
É o meu coração que insiste em dizer
Que te adora

Cada esquina cada rua procuro por você
Parado no farol na esperança de te ver
Eu sigo noite a dentro a cidade a percorrer
Procuro por você parado num farol na esperança
De te ver
Eu sigo noite a dentro a cidade a percorrer
Queria estar agora dormindo com você
Dormindo com você, dormindo com você
Dormindo com você


Alô quero ouvir sua voz
Tô com um nó na garganta
Saudade no peito
Lembranças de nós

Alô não consigo dormir
Me perdoe se eu insisto
Se eu ligo de novo
Querendo te ouvir

Mas como vai você
A gente nem se vê
Ainda vivo dos nossos momentos
Não sei te esquecer

Sei que é tarde
Que é fora de hora
Por favor não desligue agora
É o meu coração que insiste em dizer
Que te adora

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Marciano no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS