Página inicial > Sertanejo > M > Marciano > Popozuda da Vila

Popozuda da Vila

Marciano

Inimitável In Concert (Ao Vivo)


Popozuda da vila
Rebola, rebola
Me descontrola

E a mulherada briga
E os homens assobiam
E ela enche a bola

Popozuda da vila
Rebola, rebola
Me descontrola

E a mulherada briga
E os homens assobiam
E ela enche a bola

Lá na vila ela passa rebolando
E a mulherada toda vai xingando
Lá vai a popozuda

As mulheres brigam com os maridos
E eu tento não olhar mas não consigo
E fico louco, eu fico louco, mas fico louco

Popozuda da vila
Rebola, rebola
Me descontrola

E a mulherada briga
E os homens assobiam
E ela enche a bola

Lá na vila no sábado tem bailão
Ela vai de mini saia é confusão
Deixa os homens doidos
De repente ela fica com alguém
Outro cara quer ficar com ela também
E já da briga, e já da briga, e já da briga

Popozuda da vila
Rebola, rebola
Me descontrola

E a mulherada briga
E os homens assobiam
E ela enche a bola

No chuveiro da minha casa eu to no banho
Da janela olho e vejo aquele sonho
Lá vai a popozuda
Lá vai ela com o seu short de brim
Sabe que eu to espiando e faz assim
Me deixa louco, e fico louco, me deixa louco

Popozuda da vila
Rebola, rebola
Me descontrola

E a mulherada briga
E os homens assobiam
E ela enche a bola

Popozuda da vila
Rebola, rebola
Me descontrola

E a mulherada briga
E os homens assobiam
E ela enche a bola

Popozuda da vila
Rebola, rebola
Me descontrola

E a mulherada briga
E os homens assobiam
E ela enche a bola

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Marciano no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS