Página inicial > Sertanejo > M > Marciano > Nova Flor (Com Cezar e Paulinho)

Nova Flor (Com Cezar e Paulinho)

Marciano


Quando te perdi, não compreendi
Sua ingratidão
Fiquei a cismar, sem me conformar
Com a solidão

A nossa casinha, na beira da linha
Tão triste ficou
Só o teu perfume, fazendo ciúme
Foi o que restou

Teu procedimento me fez infeliz
Deixando em meu peito uma cicatriz
Ao te ver de braços com um outro amor
Não sei como pude suportar a dor

Eu sei que a gente não deve chorar
Por um falso amor nos abandonar
Mas não me contive com o que aconteceu
E chorei baixinho o carinho teu

Hoje faz um ano que o desengano
E a solidão
Tiveram um fim, ao chegar pra mim
Nova ilusão

No jardim do amor uma nova flor
Veio florescer
Trazendo bonança e nova esperança
Para o meu viver

Dizem que há males que vem para bem
Um amor se vai, outro logo vem
Como não há mal que não tenha fim
O que me fizestes foi um bem pra mim

Não venho pedir, não venho implorar
Venho aqui somente para te contar
Que não me interessa mais o teu amor
Pois tenho comigo uma nova flor

Compositor: Palmeira/Mário Zan

Letra enviada por

Encontrou algum erro na letra? Por favor, envie uma correção >

Compartilhe
esta música

Ouça estações relacionadas a Marciano no Vagalume.FM

ÚLTIMAS

MIX DE MÚSICAS

ARTISTAS RELACIONADOS